Casa galega dá cultura

Vigo: Casa galega dá cultura

A "Casa Galega dá Cultura" é um centro multidiciplinar, no que se concitan a programação de actividades artísticas e literárias com a existência de um fundo bibliográfico e museográfico altamente qualificado no que se refere ao estudo da realidade histórica e actual da Galiza. Dispõe de sala de exposições temporários, salão de actos, sala de exposição permanente, sala de leitura e sala de leitura para pesquisadores, além de dependências de uso interno.

Os elementos mais destacables da "Casa Galega dá Cultura" são a Biblioteca Penzol, a Biblioteca Fernández do Riego e o Museu Francisco Fernández do Riego.

Serviços de biblioteca

O serviço de biblioteca dispõe de 54.000 volumes (livros e folletos) e 2.338 títulos (publicações seriadas ou periódicas)

Tanto a biblioteca Penzol como a Fernández do Riego oferecem os mesmos serviços: informação bibliográfica e referência, consulta de CAPEL (Catálogo Público em Linha), consulta em sala, empréstimo interbibliotecario, intercâmbio bibliográfico, reprografía e sala de leitura para 30 leitores, com conexão eléctrica para tomadas de computadores portáteis.

Os documentos do Arquivo da Fundação Penzol, de diversa procedência, constituem uma valiosa fonte para a investigação histórica, literária e linguística galegas. Entre os fundos do Arquivo Do Riego há, ao igual que entre os da Penzol, uma interessante documentação sobre o movimento ideológico conhecido como galleguismo.

Biblioteca dá Fundação Penzol

Biblioteca de uso público, mas com fundos de titularidad privada, já que a doação de Fermín Penzol está regida pela fundação que leva seu nome. Hoje em dia, a Biblioteca Penzol está considerada como a melhor e mais completa de temática galega: Geografia, história, religião, economia, pensamento, política, literatura, etnografía ou antropologia.

Ademais a Penzol possui uma valiosa colecção de cartografía histórica com numerosos exemplares do século XVIII. Uma preciadísima fonte de consulta para pesquisadores e estudiosos. Os fundos doados por Penzol foram complementados com outras doações e depósitos de particulares e instituições.

Biblioteca Francisco Fernández do Riego

Em 1995, Francisco Fernández do Riego faz doação de seus fundos bibliográficos, documentales e artísticos da cidade de Vigo. A colecção de textos, documentos, volumes e publicações periódicas ascende a mais de 20.000 títulos, aos que há que acrescentar a correspondência pessoal que Francisco Fernández do Riego (Vilanova de Lourenzá, 1913) manteve ao longo de décadas com as figuras mais destacadas do galleguismo e da intelectualidad no período de entreguerras e, depois do golpe de estado de Franco, com os que permaneceram no exílio interior, como ele e como os que abandonaram Espanha durante a ditadura. A temática fundamental da biblioteca e documentação abarca disciplinas humanísticas e unidas com a realidade social e cultural da Galiza.

Museu Francisco Fernández do Riego

A colecção artística, eixo do museu Francisco Fernández do Riego, composta por 254 peças das que 79 são quadros e o resto são esculturas, fotografias, objectos pessoais, etc.

No que se refere à colecção pictórica resulta interessante a mostra por ser representativa dos artistas galegos contemporâneos de De o Riego: Maside, Castelao, Julia Minguillón, Virxilio Blanco, Díaz Pardo, Colmeiro... Desde o ponto de vista cronológico, a primeira seria da autoria de Ovidio Murguía, filho de Murguía e Rosalía de Castro. Entre as mais recentes, há quadros de artistas das últimas décadas do século XX como Din Matamoro.

Horários

Praça dá Princesa, 2 - 36202 Vigo Tfno. 986 226459 / 986 220922 Fax: 986 229081

Horário de Bibliotecas: Inverno: Segunda-feira a sexta-feira: 9.00 a 14.00 - 17.00 a 20.00 Verão: Segunda-feira a sexta-feira: 9.00 a 14.00 (16 de junho-15 de setembro)

Horário de sala de exposições e museu: Segunda-feira a sexta-feira: 18.00 a 21.30 Aforo máximo: 50 pessoas. Visitas de grupos prévia cita.