Festas de Vigo

Vigo: Festas de Vigo

JANEIRO

No mês de janeiro Vigo começa suas festas como todas as cidades: No dia de ano novo e a Tradicional Cabalgata dos Reis Magos.

Nesta primeira semana costuma-se celebrar o Certamen e Concurso de Rondallas de Valladares.

Na parroquia de Matamá celebra-se a festa patronal de San Mauro(dia 15) e a festa de San Blás em Bembrive e a das Candelas na parroquia de Castrelos.

FEVEREIRO-MARÇO-ABRIL

Em Fevereiro celebra-se a Romería da Candelaria em Castrelos(dia 2) e a Romería de San Blas em Bembrive(dia 3).

Nesta época celebram-se os Carnavais. As "Festas do Entroido" (denominación do Carnaval em galego), são todos os anos momentos ao redor dos que se programam diferentes actividades, dances de disfarces, concurso de comparsas, etc... A gente disfarça-se e vira-se nelas; as ruas enchem-se dia e noite de diversión e alegria. Ademais todos os anos se celebra o Certamen de Comparsas do Centro Cultural Valladares e o Dance dá Piñata em Candeán.

Em Março celebra-se a Festa da Mulher Trabalhadora na Associação de Vizinhos de Candeán(dia 8), a Festa dos Velhos na Associação de Vizinhos de Beade(dia 19)

O 28 de Março celebra-se a Representação da Reconquista no Capacete Antigo de Vigo. Praça da Constituição Rememoración da luta dos vigueses contra as tropas francesas em 1809.

Semana Santa e Pascua. 40 dias após o Carnaval celebram-se estas festas de carácter fundamentalmente religioso. Entre os numerosos actos religiosos destacam o triplo procissão da Quinta-feira Santo, e a Via Crucis nocturno do Monte da Guia na Sexta-feira Santo

MAIO

No dia 1 é o Dia do Trabalhador. Também se celebra o Certamen Nacional de Regueifas (poesia satírica improvisada)

2º domingo: Teatralización simbólica da chegada da Primavera na praça da Constituição. A primavera está representada por uma jovem ataviada com adornos florais e acompanhada por mulheres e meninas vestidas de alvo. O Inverno é um idoso antipático. No Mês de Maio, um jovem vestido de palha e tojo. Maio vence ao Inverno e declara sua intenção de ficar. A Primavera entra em cena arrojando flores aos ali presentes; agradece a Maio sua libertação com uma copla e este responde com palavras formosas. Ambos sobem a um palco e várias raparigas dançam para eles com cestas cheias de flores. Depois de dança-a, Maio e a Primavera convidam aos presentes a dançar.

Último semana: Festa das flores em Castrelos

É também no mês no que se celebra no dia das Letras Galegas

JUNHO

Com a do bom tempo o número de festas se multiplica por todo o território vigues:

No mês de junho inicia-se com as festas de San Sebastián de Fragoselo em Coruxo e Santo Cristo dos Afligidos em Valladares na primeira semana. No dia 6 celebra-se no Dia da Muñeira.

Dentro da primeira quincena celebra-se a Festa da cereza em Beade (Praça dá Cultura) com venda e degustación das cerezas consideradas de melhore-las da Galiza.

No dia 10 a procissão do Corpus Christi, no dia 14 as festas de San Antón. E no segundo fim de semana a festa de San Isidro Labrador em Moledo(Sárdoma) e a festa do Vizinho no Monte do Vixiador. A segunda quincena a festa de San Jorge em Saians.

No dia 23 de junho celebra-se San Juan: Tradicionais Fogueiras e Noite de San Juan em quase todas as parroquias de Vigo. Destacam as de Valladares, Castrelos, Candeán e Saians. A noite de San Juan é uma das festas antropológicamente mais importantes na Galiza. Enraizando com costumes paganas, celebra-se a chegada do verão mediante fogueiras e todo o tipo de celebrações a sua ao redor. Muitos ritos de carácter mágico associam-se a esta tradição: saltar as fogueiras, as ervas de San Juan, lavar-se em mananciais ao amanhecer, etc.

Finaliza no mês com as festas de "Ou Visitante" em Poulo nos dias 24 e 25. As de San Paio de Lavadores no dia 27 e 28, e por último as de San Paio de Navia, San Pedro de Sárdoma e a festa da empanada de Beade.

JULIO

Dos dias 5 ao 9 celebram-se as festas da Consolación em Coia, nos dias 6 e 7 as festas da Parrocha em Bembrive, no dia 11 San Benito do Monte Pequeno em Candeán e nos dias 11 e 13 Santa Eulalia e San Antonio em Alcabre.

O 2º Domingo celebram-se as Festas da Virgen do Carmen no Berbés. Diz-se que são as mais antigas das que se celebram em Vigo. São em honra da Virgen do Carmen, patroa dos marinheiros e gozam de uma grande popularidade dada a tradição marinha de Vigo. É recomendable ver a procissão naval, na que participam milhares de fiéis em multidão de barcos. A 3ª semana: Festa da Virgen do Carmen em Ou Vao

Nos dias 20 e 25 as festas de Santa Cristina de Lavadores. E o 3er Domingo as festas de Bouzas. A mais de 200 anos de antigüedad, têm como eixo a Romería do Santísimo Cristo dos Afligidos. A esta somam-se as honras a outros santos marinheiros como a Virgen do Carmen, San Telmo e San Pedro Pescador. Seu culminación é a famosa grande atirada de fogos artificiais, visível desde quase todo Vigo.

Também no 3er Domingo se celebra a Festa do Mejillón em Castrelos, Santa Ana em Beade, San Cristobal e Santa Ana em Candeán e Santa Marinha em Cabral (incluem o Festival Folklórico Internacional)

Nos dias 24 e 26: Festas de Santiago Apóstol em Bembrive. Nos dias 26 e 27: Festa da Amizade em Saians e o 4º fim de semana: Romería da Comunidade de Montes de Zamanes. Na última semana começam as festas do Cristo da Vitória.

AGOSTO

Em mês de Agosto é o mês grande das festas. É o mês das festas do Cristo da Vitória (começam a fins de Julio). A imagem deste Cristo foi trazida por um mercante de sal no século XVII, pelo que também se lhe chama "Cristo do Sal". Depois da reconquista de Vigo em 1809, ao ser posta a população baixo sua protecção, passou-se-lhe a chamar Cristo da Vitória. Sua procissão é a que reúne a mais fiéis e devotos, sendo a mais tradicional da cidade. Dá início à "Semana Grande de Vigo"

Na primeira semana celebra-se a Romería de San Lorenzo em Coruxo, a festa Vecinal do Monte em Beade, as festas de San Salvador em Teis, a de Nossa Senhora das Neves no Monte da Guia, festa de Nossa Senhora da Guia, da Associação de Vizinhos de Matamá e a romería do Chincho em Escabeche, da Associação de vizinhos de San Paio.

Na segunda semana celebra-se a festa vecinal do Monte, pela Associação de Vizinhos de Valladares, a festa da Sardina em Teis e o "Revoltallo de Música Emerxente" do Monte dois Poços (Festival de Música Emergente)

Nos dias 15 e 16 são as festas de San Roque. Uma das Romerías mais populares e tradicionais de Vigo. Celebra-se missa em veneração deste Santo na capilla de seu nome, para depois celebrar uma popular romería no pátio de um pazo em ruínas. A festa destaca por seu atractivo gastronómico, sua animação, as atrações de feira e os tradicionais fogos artificiais

Nos dias 18 ao 24: Romería da Virgen da Alva em Valladares e o 3er Domingo: Festa do Pulpo em Valladares

No mês finaliza com a festa de San Campio em Valladares, a festa do Rosario em Lavadores e a festa do Pão de Maíz(Pan de millo) em Cabral. Festa gastronómica qualificada de interesse turístico" pela Xunta da Galiza. A impressionante oferta gastronómica com que se pode desfrutar nesta festa, se vê acompanhada por uma divertida exhibición de curiosidades do campo: calabazas gigantes, mazorcas de cores, girasoles gigantes, etc. Monte de Becerreira (Cotogrande) Parroquia Cabral. Comida campestre a base de sardinas asadas e pan de maíz. Venda de pan e empanadas de maíz.

SETEMBRO

O primeiro fim de semana celebra-se a festa da Tortilla em Cabral, as festas do Rosario em San Andrés de Comesaña, a Virgen dos Afligidos em Zamáns e a Romería do Monte Vixiador em Candeán.

O segundo fim de semana celebra-se a festa dos Pexegos (um tipo de melocotón) em Candeán e a Romería da Virgen dos Liñares em Canido.

O 3er Domingo: Romería da Virgen das Dores em Cabral e San Cibrán - Vos Ramaios em Bembrive.

O último fim de semana: Festas de San Miguel de Oia em Bouzas.

OUTUBRO

Festa do Sócio em Beade e festa dos Callos em Beade

NOVEMBRO

Festas de San Martín em Coia(2ª semana) e da Virgen da Saúde - Irmãos Misioneros de Teis(3er Domingo)

Durante este mês celebram-se numerosos "magostos" em muitas das parroquias de Vigo. Em torno do fogo compartilham-se castañas asadas e vinho. Nos dias mais típicos para isso são o de Todos os Santos (dia 1) e o de San Martiño (dia 11). Com esta última data coincide a tradicional matança do porco em toda a Galiza

DEZEMBRO

Este mês está protagonizado pelas entrañables festas navideñas. Nelas se combina a íntima reunião familiar dos dias de Nochebuena e Navidad, com as numerosas festas e ambiente nocturno da noite de San Silvestre em Fim de Ano