Campeonato do mundo boat GP

Vigo: Campeonato do mundo boat GP

Entre o 13 e o 15 de agosto, a dársena de Bouzas acolheu a segunda prova do Mundial 2005 de GP Boats, na que participarão mais de vinte pilotos de todo mundo. O circuito, que tem entre 1.600 e 1.950 metros de percurso. As excelentes condições da dársena de Bouzas têm permitido que a homologação do circuito seja para 20 barcos, em lugar de para os 16 habituais.

O Mundial de GP Boats é uma das provas mais espectaculares da motonáutica, já que as embarcações atingem velocidades de vertigem.

A Vigo têm vindo melhore-los pilotos de Boats GP do planeta, mais de vinte procedentes de uma dúzia de países diferentes. Os grandes favoritos são o sueco Jonas Andersson e o britânico Mark Rolls. O sueco tem sido duas vezes campeão do mundo, mas Rolls arrebatou-lhe neste ano a primeira prova puntuable para o Mundial, disputada na Letónia. Vigo será a segunda oportunidade neste ano para que estes pilotos se vejam as caras. Mas há muitos que vêm à cidade a lhes pôr as coisas difíceis. Os irmãos ingleses Owen e Collin Jelf, o norte-americano Jay Price, o árabe Arieg Ao Zarfien e o letón Gennady Tuckovs são alguns dos nomes a ter em conta. Não convém perder de vista a estes pilotos, sobretudo a Tuckovs e Ao Zarfien, os corredores mais arriscados do circuito. Só um espanhol medir-se-á com eles, Francisco Sánchez, da equipa Mori-Sancon Team.

O facto de que Vigo acolha uma prova do Mundial de GP Boats é uma meta importante. Ainda que a filosofia desta competição é chegar a todos os rincões do planeta, esta é uma das contadas ocasiões em que Espanha tem conseguido albergar uma destas provas.

A diferença de outras competições náuticas, difíceis de seguir desde terra, as provas de Boats GP, ao celebrar-se nas dársenas do porto, permitem ao público ver todas as provas. É por tanto, um acontecimento desportivo e popular de grande importância que vale a pena não se perder.