Concertos de Castrelos 2005

Vigo: Concertos de Castrelos 2005

Todos os anos em verão dentro do Programa das Festas do Cristo da Vitória de Vigo além do Festival Latino "Para Vigo me vou" se celebram no Auditório de Castrelos um conjunto de concertos ao ar livre.

Os concertos do 2005:

"HOMENS G" e "O CANTO DO LOUCO"

Mas de duas gerações separam-nos, mas acerca-os a uma mesma paixão: a música. HOMENS G e O CANTO DO LOUCO, compartilharão palco para fazer desfrutar ao público e mostrar a química que lhes une. Uma mistura potente e prometedora que não deixará indiferente aos fãs de ambos grupos.

As colaborações entre O CANTO DO LOUCO e HOMENS G foram abundantes nos últimos meses e a compenetración entre ambas partes parece perfeita. A maturidade musical e a biografia exitorsa de HOMENS G, misturam-se com a juventude e o imediato acesso ao mas alto reconhecimento do público que nos últimos anos obteve O CANTO DO LOUCO.

"THE PRODIGY" e "DELUXE"

DELUXE será o encarregado de TELONEAR a PRODIGY. DELUXE é XOEL e XOEL é DELUXE. Definido como o projecto pessoal de um músico pletórico de imaginación onde a cheia as canções, as compõe e as toca na sua maioria.

Os três integrantes actuais de PRODIGY alternan seus trabalhos no grupo com outros projectos em solitário. Os componentes são: LIAM HOWLETT; KEITH FLINT e MAXIM.

Os dois primeiros LP's, 'THE EXPERIENCE' e 'MUSIC FOR THE JILTED GENERATION', consagraram a parte dentro de uma cena rave viva e rebelde, que lutava por sua liberdade, e viu em THE PRODIGY a seu navio insígnia. 'THE FAT OF THE LAND' foi o seu último LP, o que os lançou ao sucesso mundial, com temas como 'FIRESTARTER' ou 'SMACK MY BITCH UP'. Desde então LIAM HOWLETT, cérebro do grupo, tem dado mais prioridade aos directos que à gravação de novos discos.

ROSENDO e PAI JONY

ROSENDO é um desses músicos espanhóis incombustibles com uma trajectória próxima a os 30 anos, começa seu andadura profissional com a banda ÑU, uma das mas importantes do panorama rock espanhol.

O último trabalho de ROSENDO "O MAU É...NEM DAR-SE CONTA" Pôs-se à venda no final do mês de maio. Este disco é um bom reflito do espírito do artista, quem sem atirar a toalla nem se deixar engatusar pelos espejismos da fama e o negócio, segue sendo um obstinado e resistente exemplo dos roqueiros em nosso país.

A religião não está rifada com a música, quando menos isso ensina o PAI JONY. O sacerdote JOAN ENRIC REVERTÉ decidiu fundir suas duas vocações, o sacerdocio e a música e já conseguiu que seu primeiro disco, 'PROVOCANDO LA PAZ', veja a luz.

AMARAL

Começaram como EVA e JUAN, dois músicos de Zaragoza que conquistavam a seus vizinhos com letras cuidadas, guitarras potentes, uma voz cautivadora e um impressionante directo. Três discos e em vários anos depois, AMARAL converteu-se em um dos grupos com mas sucesso em Espanha.

Os dois membros de Amaral conheceram-se a princípios dos 90, em um pequeno estudo de gravação de Zaragoza onde coincidiam jovens que começavam no mundo da música.