O Sena .

Passeio pelo Sena.

Na estación os inválidos está o embarcadero dês Bateaux-Mouches, são uns barquitos que fazem um tour pelo Sena, passando por todas as pontes e onde se podem observar todos os grandes monumentos de Paris, o ideal é que seja ao entardecer porque todo está alumiado. ¡Vale a pena! Sai para a torre Eifel dá-se a volta duas pontes mas allá segue até a Ile st. Louis e de ahí devolve-se a onde o tomaram, se demora 1 h 15.

O Sena

O Sena é um ríou da França. Nasce a 470 msnm no departamento de Côte-d'Or e desemboca em forma de estuário no Havre, na bahía de o Sena.

  • Longitude: 776 km
  • Cuenca: 78.650 km²
  • Volume: 500 m³/s
  • Cidades pelas que passa: Troyes, París, Ruán, O Havre.

O Sena é conhecido a nível mundial ao ser o ríou que atravessa a cidade de París (França). É em uma de suas ilhas (ilha da Cité) onde a cidade teve seus inícios e é em torno dela e à ribera que a cidade se desenvolveu a través dos séculos.

Vários do más importantes edifícios e monumentos da cidade podem-se apreciar passeando pelo ríou. Tal é o caso da torre Eiffel, o Museu do Louvre, o Défense, a Catedral Notre Dá-me de París, ou a Biblioteca François Mitterrand.

Este ríou usa-se además para a navegación entre París-Ruán-O Havre.

O ríou Sena tem inspirado a Richard Parkes Bonington, Joseph Mallord William Turner, Camille Corot, Eugène Isabey, Constant Troyon, Charles-François Daubigny, Eugène Boudin, Johan Barthold Jongkind, Claude Monet, Frédéric Bazille, Vuillard, Vallotton, Dufy, Émile Othon Friesz, Albert Marquet.

Más información: www.wikipedia.org